Você está aqui: Página Inicial / Arquivo de Notícias / SILVIA BALBI, PERSONAL ORGANIZER, DÁ DICAS DE ORGANIZAÇÃO

SILVIA BALBI, PERSONAL ORGANIZER, DÁ DICAS DE ORGANIZAÇÃO

Quem não tem dificuldade ou preguiça em organizar documentos, roupas no armário, a área de serviço, cozinha, banheiro ou o quarto das crianças?   Hoje, este serviço ficou mais fácil. Existem profissionais especializados em dar um jeito na bagunça desses ambientes. São os Personal Organizers.   E para falar sobre o assunto, o Bennett receberá Silvia Balbi, Personal Organizer e ex-aluna do Colégio, para um bate-papo com as turmas da FaCE e interessados. O evento acontecerá no dia 25 de setembro, sexta-feira, às 10h, no Miniauditório.   Silvia, uma bennettense de carteirinha, estudou do maternal até se formar no curso Instituto Técnico, que era ministrado no Bennett, como professora do Pré-Escolar. Exerceu a profissão por algum tempo, depois foi caminhando para a área de organização e treinamento de equipes em empresas do Rio de Janeiro e de São Paulo e, desde 2007, atua como personal organizer.   A dinâmica de seu trabalho envolve a visita à residência, avaliação do ambiente, da rotina de seus moradores, dos objetos e espaços - o que continua na casa e o que se pode doar ou jogar fora. Também dá dicas de organização e de soluções de produtos organizadores, cada vez mais encontrados no mercado, como caixas, armários e prateleiras.   Sua função engloba a organização de diversos ambientes que vão desde os armários até arquivos eletrônicos. Também auxilia na mudança, embalando os objetos e etiquetando-os para que seja fácil arrumá-los na nova casa.   Silvia adianta algumas dicas que todos podem começar a praticar: a manutenção de um local específico para cada objeto e o hábito diário de arrumar algum espaço pequeno da residência, como, por exemplo, uma gaveta.   Silvia admite que “a organização é uma tarefa árdua”, mas afirma que traz benefícios à vida da pessoa que a pratica. É comum encontrar objetos que podem ser doados e roupas que não foram usadas, evita a perda de tempo no ato da procura, diminuindo o estresse, trazendo bem estar emocional, melhorando a qualidade de vida e evitando o consumo exagerado. E completa “o exercício da organização é como um quebra-cabeças, fazendo o cérebro trabalhar para encontrar uma solução”.

A entrada é franca.

O Miniauditório fica anexo à Biblioteca Central no Edifício JW do Bennett, à rua Marquês de Abrantes, 55 – Flamen.