Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sarau do Bennett aborda o tema “revolução” em evento que completa dez anos

Sarau do Bennett aborda o tema “revolução” em evento que completa dez anos

Neste ano de 2017 o Sarau do Bennett, evento anual organizado pelos alunos do Ensino Médio, completou dez anos. Assim, tornando-se uma celebração tradicional no Colégio, o sarau foi apresentado com o título “Apesar de você”.

Considerado o melhor Sarau de todos os tempos no Bennett, o evento ainda abordou a temática “Revolução”. 

Sob a orientação dos Professores Dirlene Cerqueira (Literatura), Luciano Rocha (História) e Sandra Chaves (Língua Portuguesa/Redação), o tema foi apresentado de forma diversificada, por meio de esquetes, com interpretações e expressões surpreendentes dos alunos, abordando diversas revoluções históricas.

A temática também foi representada por canções, poesias, dramatizações, que marcaram uma época de profunda mudança nas instituições políticas, econômicas, culturais e morais no Brasil, tais como ditadura, censura, guerras civis, prisões, movimento estudantil, lutas de classes, exílio, entre outros, a partir de 1968 aos dias atuais.

Um dos destaques da noite foi a apresentação do poema “O Operário em Construção”, de Vinícius de Moraes, recitado pelo aluno João Marcelo, do 3º ano, acompanhado de uma dramatização.

“O tema não tinha o intuito de falar da violência e sim o objetivo de fazer uma análise crítica social da mesma, ou seja, falar da revolução na perspectiva de construção do ser humano, como sujeito integral, valorizando as suas diversas dimensões, quebrando preconceitos, eliminando a ideia de superioridade de uns sobre os outros. O tema revolução está ligado, de fato, a mudar a mentalidade que está muito assoberbada, carregada de preconceitos. Estamos vivendo um tempo de muitas radicalizações ideológicas políticas e sociais e o objetivo do Sarau foi de derrubar a ideia do partido e de olhar o ser humano como um todo, na sua total integralidade humana, para um novo tempo, na perspectiva de construir um mundo melhor”, explicou o professor Luciano Rocha.

Outros destaques foram apresentados em forma de canção, como “Pra não dizer que não falei das flores", de Geraldo Vandré; "Rosa de Hiroshima", também de Vinícius de Moraes, “Geração Coca Cola" e “Que país é esse?”, da banda Legião Urbana; “Ideologia”, de Cazuza e Frejat; "Janela da Favela", do conjunto Ponto de Equilíbrio; “Tocando em frente", de Almir Sater e Renato Teixeira; “Um girassol da cor do seu cabelo", de Lô Borges e Márcio Borges; “O meu Guri”, de Chico Buarque; e encerrando com “Apesar de Você”, também de Chico Buarque.

“Um lindo trabalho de pesquisa literária que teve como tema central “Revolução”, com irretocáveis interpretações dos nossos talentosos alunos, nos proporcionando uma viagem no tempo. Tudo muito bem organizado e minuciosamente preparado. Parabéns a equipe organizadora do Sarau 2017”, disse a professora Katia Rebello, coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Ainda houve a participação do grupo de dança das alunas do 1º e 2º ano, organizado e coreografado pelas as alunas do 3º ano, dançando a música “Homem com H” e a dramatização do “Teatro das Manchetes”, com um tema de denúncias atuais sobre violência urbana, problemas sociais, abandono, preconceitos. Outros poemas foram recitados, como "Psicologia de um vencido", de Augusto dos Anjos, recitado pelo aluno Raphael Gonçalves, do 3º ano, e "Congresso Internacional do Medo", de Carlos Drummond de Andrade, recitado pelo aluno Paulo, do 2° ano.

Confira mais fotos do Sarau do Bennett 2017 (passe o mouse para avançar as fotos):

Sarau do Bennett - 2017  

Também é possível acessar o álbum de fotos aqui.