Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Renovando o modo de viver

Renovando o modo de viver

“Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele”. Romanos 12.2 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Tecer considerações sobre renovação pressupõe abordar também uma transformação no modo de viver da pessoa. Faz lembrar a afirmação do evangelho, que diz: “Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde e os odres ficam estragados. Pelo contrário, o vinho novo é posto em odres novos e assim não se perdem nem os odres, nem o vinho.” (Mateus 9.17)

 O vinho novo é o evangelho do reino de Deus, que apresenta Jesus Cristo como Salvador da humanidade e Senhor da vida, convocando Jesus aqueles e aquelas que o aceitam a tornarem-se seus discípulos e discípulas. Esse discipulado é transformador, porque provoca uma renovação interior na mente e no coração da pessoa, fazendo com que ela tenha não só uma nova forma de ver o mundo ao seu redor, mas também uma nova maneira de viver e se comportar nas relações com outras pessoas.

A pessoa que se torna discípula ou discípulo de Jesus deixa-se transformar pela ação do Espírito de Deus em sua vida. Em qualquer lugar em que esteja, reflete a presença do Senhor pelo modo como age, transpirando o amor de Deus em sua vida. É “vinho novo em odre novo”.

A transformação é operada pelo próprio Deus, por meio de sua infinita graça e misericórdia. Não resulta de esforço próprio, nem de mérito pessoal. A resposta humana é a fé, ou seja, a confiança de que o Senhor é capaz de renovar a vida sempre que a colocamos em suas mãos.

Que o Senhor abençoe a todos e todas.


Reverendo Vicente de Paulo Ferreira
Coordenador da Pastoral Escolar e Universitária
Instituto Metodista Granbery